Segunda, 21 Novembro 2011 14:09

Passeata pelos Royalties

ASSEIO MOSTRA CONSCIENTIZAÇÃO E PARTICIPA DE PASSEATA PELOS ROYALTIES

Cerca de 100 mil pessoas participaram da passeata em defesa da permanência dos Royalties do Petróleo no Rio de Janeiro. A manifestação concentrou-se na Candelária, que já faz parte da história política de manifestos no Estado e no País.

Os manifestantes se reuniram por volta das 15 horas desta quinta-feira 10 de novembro e em seguida fizeram caminhada pela Avenida Rio Branco em direção à Cinelândia, onde um palco foi montado para que artistas, politicos e representantes da sociedade civil fizessem discursos sobre a questão na tentative de chamar a atenção da população para a gravidade da situação caso o Rio fique mesmo sem essa verba em sua receita.

O dinheiro tem ajudado significativamente aos municípios de todo o Estado, mas a diretoria do Asseio reconhece a importância desses royalties com uma prestação de contas à população carioca.

“Sabemos o quanto esse dinheiro é importante para vários municípios darem continuidade às obras e ao sustento de maneira mais ampla com a aplicação dessa verba. Todavia, questionamos apenas que deveria ter por parte do Governo do Estado uma prestação de contas. O município de Caxias, por exemplo, foi o que mais recebeu verbas. No entanto, se você trafegar pela periferia dessa região vai constatar a carência total de saneamento básico e até de manutenção das vias públicas. Exatamento por isso, sugerimos um outro manifesto para que o governo diga como e de que forma esse dinheiro é aplicado nesses municípios beneficiados”, ressalta Gilberto Cesar de Alencar, director social do Sindicato dos Empregados em Asseio do Município do Rio.

Conheça as leis que poderão servir de suporte no auxílio a direitos relativos a sua saúde e bem-estar!

A informação sobre a nossa saúde é uma das coisas mais preocupantes para o trabalhador, principalmente aquele que atua no setor de limpeza e conservação. Afinal, sem saúde, não conseguiremos desempenhar o nosso papel que é de suma importância: contribuir para a saúde da população através do nosso trabalho no setor de limpeza e conservação do Município do Rio de Janeiro.

Pensando nisso, o departamento de Saúde do Trabalhador do Seu Sindicato, que tem a frente o Secretário-Geral Olímpio Barroso, selecionou um compilado de normas que servem de referência ao Sistema Único de Saúde. Saiba mais clicando aqui.

A coleta de lixo pelas cidades tem exposto cada vez mais os profissionais de limpeza urbana aos riscos à saúde. Prova disso é a quantidade de resíduos e refugos recolhidos todos os dias nas ruas da cidade.

 

A situação piora muito quando somos surpreendidos com chuvas intensas, pois os parasitas e roedores tendem a sair dos ninhos e esgotos, contaminando os locais por onde passam esses trabalhadores nas suas funções diárias. Os garis, muitas vezes por necessidade do ofício são obrigados a recolher o lixo com as mãos e essa prática potencializa o contato com bactérias, vírus e substâncias tóxicas perigosas.

 

Os perigos trazidos pelas características operacionais da atividade são agravados por um cenário de pouca atenção da maior parte da sociedade brasileira em relação a esses profissionais, que, na visão da maioria das pessoas, seriam os personagens do estrato profissional mais baixo. Aqueles que fazem o que ninguém quer fazer.

 

Todavia, esses trabalhadores são os que mais contribuem para a saúde da coletividade e a luta do Sindicato do Asseio do Município do Rio para que esses profissionais tenham os seus direitos garantidos é incessante.

 

Pensando nisso, é que há uma grande e efetiva participação do Secretário Geral Olímpio Barroso em dezenas de congressos que debatem o tema sobre Saúde e Segurança do Trabalhador.

 

Gari, conscientize-se de sua real importância na sociedade!

foto_materia

Quarta, 26 Outubro 2011 10:19

Dia das Crianças

O sindicato dos empregados em Asseio do Rio comemorou o dia das crianças, dia 22 de outubro, na sua sede campestre em Guapimirim, Região Serrana do Rio. Além de uma comida deliciosa, os trabalhadores e seus familiares puderam curtir um dia de muito lazer, brincadeiras e alegria.

100_2349

Depois de muito cachorro quente e refrigerante a criançada se esbaldou nas piscinas, no gramado e no futebol realizado em piscina de sabão.

100_2325

O almoço foi um grande churrasco promovido pelo sindicato da categoria e contou com a presença do presidente Luciano David, que demonstrou muita alegria e disposição na hora da distribuição dos brinquedos para as crianças. Grande dia, grande festa merecida para uma categoria que muito se esforça em prol da saúde da população carioca!

footo-10O seminário foi realizado em 30/08/2011, no auditório do Sind. Nacional dos Condutores da Marinha Mercante (SINCOMANI), situado a Av. Presidente Vargas 446/22º Centro- RJ, com o apoio da CGTB/ANS.

A central UGT/RJ, foi convidada a participar do seminário, compareceram os sexxcretários de assuntos de saúde e segurança no trabalho, Olimpio Barroso de Sá, secretario de assuntos inst. E políticos, Bartolomeu de França, Jose Barbosa, sec de assuntos da pesca. Os delegados sindicais SEEACMRJ, Jorge Fonseca, Delair, Jeová Vieira, Roque e o diretor Jorge Nascimento, Ezequiel.

Temas abordados

  • Regulação e fiscalização de saúde suplementar.
  • Regulação dos planos de saúde coletivos.
  • Cobertura assistencial e rede de prestação de serviços.
  • Direitos à assistência, privada à saúde dos empregados demitidos e aposentados.

A ANS vêem fazendo parcerias com as centrais sindicais há anos. A ANS e a UGT/RJ já fez dois seminários no município do Rio de Janeiro para capacitar os dirigentes sindicais da UGT/RJ em saúde suplementar.foooto-11

Fique atento

A Lei nº 9656 de 03/06/98, regulamentação dos planos e seguros privados de assistência à saúde.

 

Os artigos 30 e 31 da Lei nº 9656, fala sobre o trabalhador demitido e aposentado.

A Lei Nº9961 de 28/01/2000, criou a ANS( Agencia Nacional de Saúde Suplementar), promover a defesa do interesse público na assistência suplementar à saúde, regular as operadoras setoriais e contribuir para o desenvolvimento das ações de saúde do país.

Duvidas!!! Denuncie???
0800 701 9656
www.ans.gov.br

Fonte:
Olimpio Barroso de Sá
Sec. Assunto de saúde e segurança no trabalho UGT/RJ.

Foi realizado em 19 e 20 de agosto de 2011, o seminário de licenciamento ambiental pela superintendência de articulação institucional (SAI) da secretaria de Estado do Ambiente (SEA) coordenado pela Sra. Denise Rosa Lobato, no sindpetro/RJ, com objetivo de estabelecer uma parceria estratégica com os trabalhadores.

Compareceram as seguintes centrais sindicais (UGT-RJ, CUT, FORÇA SINDICAL, CTB, NSCT, CGTB)

O seminário foi para capacitar os dirigentes sindicais em licenciamento ambiental para os mesmos  ter condições de fiscalizar os ambientes da fabrica e das comunidades visando democratizar os processos de licenciamento ambiental, com a participação popular. todos os projetos deveram ser licenciados.

foooto-09

Os temas abordados foram:

  • Audiências Públicas
  • Processo de licenciamento ambiental
  • Leitura e analise de licença de operação de grandes empreendimentos.

Participantes pela UGT-RJ

  • Bartolomeu Evangelista – secretario de assuntos institucionais e políticas.
  • Olimpio Barroso de Sá – secretario de assuntos de saúde e segurança no trabalho.
  • José Barbosa – secretario de assuntos para pesca.
  • Sebastião – secretario de assuntos de cargas perigosas.

 

 

 

 

 

 

 

Outras Informações:

 

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Sup. De Articulação Institucional (SAI)

Denise Rosa Lobato

(21) 2334-5907 / (21) 8596-5611

 

Fonte:

Olimpio Barroso de Sá
Sec. Assunto de saúde e segurança no trabalho UGT/RJ.