SIEMACO-Rio

SIEMACO-Rio

Um psicólogo e um graduando em psicologia participaram do evento desta quarta-feira (18/11) realizado em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. Durante as palestras, Cristiano Mollo e Fábio Paiva esclareceram o conceito de saúde e o significado de estar doente. Para uma platéia majoritariamente masculina, eles relacionaram as questões psicológicas ao medo do diagnóstico e tratamento do Câncer de Próstata. O debate também se estendeu ao universo masculino da vaidade, aos sinais de que o corpo não está bem e à importância do medo para a sobrevivência humana.

De acordo com Cristiano Mollo, é o medo que nos protege de acidentes, de tragédias e até da morte precoce. "Todos temos medo. E o homem, além do temor, tem a vergonha de ir ao médico e o constrangimento do exame. Esses três fatores juntos podem ocasionar consequências desastrosas" advertiu.

Mas segundo o estudante, o medo também pode ser usado a nosso favor. O medo de ficar gravemente doente pode conduzir a cuidados maiores com a saúde.

Além da visita do psicólogo que atendeu o público masculino presente, o evento também teve a participação de um professor de educação física. Ele ensinou a platéia exercícios simples para o dia a dia que poderão evitar problemas de saúde. "O evento de hoje foi marcado por um estímulo à saúde. Aprendemos a lidar com o medo e como usá-lo para nos proteger", assinalou o diretor Social do Siemaco-Rio, Marquinhos, que participou ativamente da aula aeróbica.

Ao final, o NOVEMBRO AZUL da Zona Oeste foi consagrado com o já tradicional café da manhã para os trabalhadores, que saíram satisfeitos e esclarecidos. Também foram distribuídos brindes e sorteados presentes aos participantes.

 

Página 1 de 80